Saúde e Educação serão fiscalizadas em Aporá e Acajutiba através do “MP e os Objetivos do Milênio”

“Aqueles que buscam educação de qualidade não podem ser obrigados a abandonar a sua terra natal, migrando para municípios maiores. Assim o Poder Público deve garantir o direito à educação de qualidade mesmo em cidades pequenas”. Esse foi um dos destaques feitos pelo promotor de Justiça Pablo Almeida durante o lançamento do programa “O MP e os Objetivos do Milênio: Saúde e Educação de Qualidade para Todos”, no último dia 29, nos municípios de Acajutiba, distante 170 km de Salvador, e Aporá, a 188 km da capital. A implementação do programa objetiva a fiscalização dos setores da saúde e educação, visando efetivar os direitos de cidadania de crianças, adolescentes e enfermos, contribuindo para a prestação de serviços públicos de qualidade nas duas áreas.
 
De acordo com o promotor de Justiça, as primeiras visitas às escolas municipais e aos estabelecimentos de saúde dos dois municípios estão previstas ainda para 2012. Além de Almeida, participaram da cerimônia de lançamento o promotor de Justiça que coordena a Regional de Serrinha, Alex Neves, e a coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Defesa da Educação (Ceduc), Maria Pilar Maquieira, que apresentaram as experiências do ‘MP e os Objetivos do Milênio’ em outras cidades do estado. A coordenadora do Ceduc ressaltou que os municípios não podem realizar a chamada “ambulância-terapia”, realizando o simples encaminhamento dos pacientes doentes para cidades maiores. Estiveram presentes ainda no lançamento autoridades como o prefeito de Aporá, Ivonei dos Santos, representantes das polícias Militar e Civil e membros da sociedade civil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.