Campanhas desenvolvidas pelo MP ganham destaque nacional

As campanhas publicitárias desenvolvidas pelo Ministério Público do Estado da Bahia e a atuação da Instituição na defesa dos interesses sociais vêm ganhando destaque em outras regiões do país. Na última semana, duas importantes campanhas institucionais passaram a ser conhecidas nacionalmente. A ‘Campanha de Combate à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes’, protagonizada pela cantora Ivete Sangalo, está sendo veiculada em rede nacional de televisão. A replicação da campanha do MP baiano pelo Conselho Nacional de Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG) foi autorizada pela cantora, que receberá um agradecimento formal dos procuradores-gerais de Justiça pelo apoio dado ao trabalho do Ministério Público brasileiro. Já a campanha desenvolvida no âmbito do programa ‘O MP e os Objetivos do Milênio: Saúde e Educação de Qualidade para Todos’, estrelada pela cantora Claudia Leitte, foi apresentada aos chefes dos Ministérios Públicos de todo o país durante a última reunião do CNPG, em Porto Alegre, sendo bastante elogiada. O programa ‘O MP e os Objetivos do Milênio’ foi, ainda, um dos primeiros inscritos no Banco Nacional de Projetos do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), sistema que reúne e dissemina iniciativas bem-sucedidas no Ministério Público brasileiro.
A proposta de replicação nacional da campanha do Ministério Público em defesa da saúde e da educação de qualidade em todos os municípios foi aprovada em reunião do Grupo Nacional de Direitos Humanos (GNDH) do CNPG e deverá ser implementada em breve. Na avaliação do procurador-geral de Justiça da Bahia, Wellington César Lima e Silva, o reconhecimento manifestado com grande entusiasmo na última reunião do CNPG é digno de nota, “em face da singular condição do estado da Bahia protagonizar, simultaneamente, duas campanhas de elevado interesse social”. O chefe do MP baiano destacou, ainda, que a circunstância não é obra do acaso, mas “fruto de uma apurada percepção de todos aqueles que, no âmbito da nossa Instituição, contribuíram de algum modo para a produção de peças publicitárias de acentuada qualidade técnica”, bem como do “inestimável apoio de duas das mais destacadas figuras do cenário musical brasileiro”. Ivete Sangalo e Claudia Leitte não cobraram cachê pelas campanhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *